Pioneiro na utilização terapêutica dos exercícios resistidos

José Maria Santarem (CRM-SP 25.651) é doutor em medicina pela Universidade de São Paulo, fisiatra e reumatologista pela Associação Médica Brasileira, coordenador de pós-graduação na Escola de Educação Permanente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, consultor científico da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte. Em 2001 iniciou o atendimento à população em musculação terapêutica e musculação adaptada para doenças, lesões e debilidades. Em 2.012 lançou o livro “Musculação em Todas as Idades” (editora Manole), com os objetivos de atualizar os profissionais de saúde e esclarecer a população sobre as qualidades dos exercícios com pesos. Atualmente dirige o Instituto Biodelta e o site acadêmico www.treinamentoresistido.com.br. Na área do esporte foi fundador e dirigente de federações de culturismo (musculação de competição) de 1.976 a 2.008, promovendo cursos técnicos em todo o país.

Lives · Palestras &

Informativos

Dores em Idosos

A origem mais comum das dores em articulações e em coluna vertebral são os processos de desgastes das estruturas do aparelho locomotor. Esses desgastes são conhecidos como processos degenerativos e afetam as cartilagens, tendões, ligamentos e músculos. O desgaste dos ossos (osteopenia/osteoporose) não produz dores, a não ser quando ocorre fratura.

Como escolher uma Academia ?

Dores articulares são frequentes nas pessoas sedentárias, por falta de vitalidade dos tecidos, mas também ocorrem em pessoas que praticam exercícios físicos, devido à sobrecargas. Nas duas situações, além de um diagnóstico e orientação médica, a pessoa precisará de professores que tenham conhecimento dos mecanismos das dores e saibam adaptar os exercícios para cada situação.

Epicondilites e Musculação

O fortalecimento muscular tem se mostrado uma intervenção terapêutica eficiente no tratamento e melhora da dor, se mostrando superior aos tratamentos convencionais, como fisioterapia analgésica e medicação. O uso contínuo de corticóides e antiinflamatórios tendem a prejudicar a constituição física dos tendões (Camargo et al., 2014). Exercícios resistidos, conhecidos como musculação, são eficientes para melhorar a força de músculos e tendões e seguros para pessoas com limitações musculoesqueleticas, porque a sobrecargas pode ser controladas (posição, exercícios, series, amplitudes, cargas e esforço)